Com preços populares, Correios lança em Alagoas plano de telefonia celular

Já presente em 23 estados brasileiros, o Correios Celular chegou nesta terça-feira (11) em Alagoas. O lançamento aconteceu em uma solenidade na agência localizada em um dos shoppings da capital e contou com a presença do vice-presidente de operações dos Correios Brasil, Carlos Fortner.

Com planos pré-pagos, o serviço de telefonia móvel tem abrangência de mais de 70% do território nacional e 273 mil chips já foram comercializados até o momento. De acordo com a estatal, a meta é fechar este ano de 2018 com a venda em todo o território nacional.

Os pacotes variam de R$ 20 a R$ 90 e contam com benefícios como Whatsapp grátis, ligações de DDD sem cobrança de deslocamento e internet sem cortes por 30 dias, mesmo após o consumo da franquia. O Correios Celular funciona por meio de uma parceria estabelecida com a EUTV, prestadora de Serviço Móvel Pessoal (SMP).

“É uma solução dos Correios para a telefonia móvel, com uma modalidade um pouco diferente das modalidades usuais, planos de pagamento muito acessíveis e uma qualidade excepcional, até melhor que o das operadoras tradicionais”, disse o vice-presidente Carlos Fortner.

Durante o lançamento, foi realizado o sorteio de um chip com o serviço, que a estatal promete ser simples, prático e prestado com transparência. Com o início das operações em Alagoas, serão cerca de 3.700 agências postais vendendo os planos, com mais de 150 mil postos de recarga.

Fonte: Gazeta web

Anatel passa a cobrar R$ 200 de taxa sobre produtos importados

Celulares, drones e dispositivos eletrônico comprados pela internet, agora passam por uma fiscalização da Anatel juntamente com a Receita Federal, que podem cobrar uma taxa de R$ 200 para homologar o produto. Caso o comprador não efetue o pagamento, o material fica apreendido nos Correios.

O valor da taxa ainda pode subir para R$ 500 caso o produto seja usado para fins comerciais. Esses valores vão para o Fistel (Fundo de Fiscalização das Telecomunicações), uma das fontes de recursos da Anatel.

Além da restrição, a agência ainda relatou, por meio de comunicado emitido nesta terça-feira (27), que os consumidores são proibidos de importar smartphones via Correios no Brasil. As compras em sites ou grupos de venda do exterior estão inclusas nesta regra, que impede a encomenda de celulares, notebooks e outros produtos de lojas da China.

Com a fiscalização mais bruta, a forma de trazer um desses aparelhos é trazendo consigo durante uma viagem internacional.

Produtos que precisam ser homologados

Todos os dispositivos que envolvam telecomunicações, como 4G, Wi-Fi ou Bluetooth. Isso inclui celulares, TV boxes, drones, teclados e mouses sem fio, roteadores e dongles Wi-Fi, rádios de comunicação, microfones sem fio e outros “dispositivos de telecomunicações ou que usam Bluetooth, Wi-Fi, rede celular ou outras transmissões de radiofrequência”.

A homologação é menos complicada para alguns tipos de produtos, como drones. A agência explica que os equipamentos de telecomunicações são divididos em três categorias:

Categoria I
Equipamentos terminais destinados ao uso do público, como, por exemplo, telefone celular, baterias para celular e cabos para uso residencial

Categoria II
Equipamentos que fazem uso do espectro radioelétrico para transmissão de sinais, como, por exemplo, antenas, equipamentos com interfaces wi-fi, bluetooth e drones.

Categoria III
Equipamentos não inclusos nas categorias acima, que são materiais utilizados nas redes das prestadoras de serviço de telecomunicações, como cabos.

Drones têm mais facilidade de homologação

Os produtos das categorias I e III, ou seja, qualquer celular e smartphones importados por exemplo, não são dispensados de passar pela homologação da Anatel.

Por outro lado, os dispositivos na categoria II (drones, Wi-Fi, Bluetooth) podem ser homologados por meio de uma declaração de conformidade. Neste caso, é possível apresentar uma certificação estrangeira aceita pela Anatel para substituir os testes feitos pela agência.

“Os processos de certificação e homologação existem para garantir mais segurança ao consumidor. Ao adquirir um produto importado para uso próprio é importante que o consumidor compre em lojas confiáveis e sempre pergunte e verifique se o produto em questão tem certificação expedida ou aceita pela Anatel”, pontuou a agência.

Fonte: JC Online

Comprar Xiaomi Mi A2 Lite

O celular Xiaomi Mi A2 Lite 4G presta?

Está pensando em comprar um Xiaomi Mi A2 Lite 4G? Então você deve estar cheio de peguntas, será que o Xiaomi Mi A2 Lite é um bom celular? Vamos tentar responder se o Xiaomi Mi A2 presta mesmo, fazendo uma análise técnica das vantagens do Xiaomi Mi A2 Lite 4G.

Comprar Xiaomi Mi A2 Lite

O Xiaomi Mi A2 Lite é um dos smartphones Android mais avançados e completos que existem em circulação. Tem um grande display de 5.84 polegadas com uma resolução de 2280×1080 pixel. As funcionalidades oferecidas pelo Xiaomi Mi A2 Lite são muitas e inovadoras. Começando pelo LTE 4G que permite a transferência de dados e excelente navegação na internet. Enfatizamos a memória interna de 32 GB com a possibilidade de expansão.

Configuração Comprar Xiaomi Mi A2 Lite

Câmera discreta de 12 megapixel mas que permite ao Xiaomi Mi A2 Lite tirar fotos de boa qualidade com uma resolução de 4000×3000 pixel e gravar vídeos em alta definição (Full HD) com uma resolução de 1920×1080 pixels.