Atrasos nas correspondências em vários bairros geram reclamações

Moradores de alguns bairros denunciam que há meses estão tendo transtornos devido à irregularidade das correspondências. Atrasos nas entregas, cartas que não chegam e demora na retirada das correspondências no prédio dos Correios localizado na Rua Floriano Peixoto estão entre as queixas.

O autônomo Enildo Albergaria relatou que os problemas começaram cerca de dois meses atrás.

– De um tempo para cá não estamos recebendo as entregas como antes, quando vem é uma vez por semana. Já teve época de ficar uns 15 a 20 dias sem entregas, precisei enfrentar fila na lotérica e não consegui quitar a dívida, fui avisado no guichê que era necessário o código de barras da fatura, mesmo a operadora tendo garantido que conseguiria, precisei me dirigir até o banco e aguardar mais um tempo de espera. Se toda vez que alguém precisar pagar uma conta tiver que passar por esse procedimento vai ficar complicado – disse.

Enildo contou ainda que tanto ele como os vizinhos entraram em contato com os Correios que alegaram a mudança de carteiros na área como o motivo das irregularidades.

– Eu e outras pessoas já ligamos para os Correios, inclusive a última vez tem poucos dias, fomos informados que o carteiro que fazia as nossas entregas mudou, só que já tem tempo, agora não sei qual o verdadeiro motivo. Não temos conhecimento se nossas correspondências estão sendo entregues em outro local. Achei que com a modernidade as coisas iriam melhorar, mas não é o que temos visto – falou.

A dona de casa Maria de Fátima Evangelista de Almeida também tem passado dificuldades em relação as entregas. Antigamente o carteiro visitava o bairro três vezes por semana, agora não tem dia definido.

– Não estamos mais recebendo cartas corretamente há muito tempo. Quando o carteiro faz as entregas é grande o número de contas parece que eles deixam acumular para entregar tudo de uma vez. E quando chegam já estão vencidas há dias, e o problema é que somos nós que pagamos os juros – contou.

Com a irregularidade das entregas, a dona de casa relatou que precisa buscar as faturas dos cartões no banco, para evitar pagar juros.

– Fui ao banco retirar a fatura, porém fico muito tempo na fila. Tenho um bebê e assim como eu, muitas pessoas não podem perder tempo andando de um lado para o outro se o certo era isso chegar em nossas casas – disse.

Além de não receber as correspondências adequadamente em casa, os moradores estão encontrando dificuldades ao tentar retirar no prédio dos Correios, localizado na Rua Marechal Floriano Peixoto, nº 91, no Centro. A dona de casa explicou que apesar de ter feito reclamações anteriores, apenas um funcionário fica encarregado de despachar as entregas, o que acaba acarretando grandes filas.

– Novamente fui nos correios da Floriano Peixoto, mais uma vez a fila estava imensa e tinha somente um funcionário para atender. É absurdo o tempo de espera e um desrespeito com os moradores, sem contar que o horário de atendimento começa a partir das 13h. Ás vezes as pessoas aproveitam um momento do dia ou uma brecha no horário de almoço para tentar pegar suas cartas e simplesmente não conseguem, vi algumas pessoas que já estavam aguardando há algum tempo ir embora sem serem atendidas por que tinha outros compromissos – contou.

Procurado pelo Diário de Petrópolis, os Correios afirmaram que as correspondências estão sendo entregues regularmente e que, seguindo a determinação do Ministério da Ciência Tecnologia, Inovações e Comunicações (Portaria nº 1.203 de 7 de março de 2018), os Correios implantaram o serviço de DDA (Distribuição Domiciliar Alternada), que realiza a entrega em dias alternados durante a semana.

Trata-se de um modelo já praticado em outros países do mundo, tendo em vista a queda vertiginosa de mensagens, resultante da introdução de novas tecnologias na rotina da sociedade. O carteiro realiza a distribuição em dias alternados em um mesmo endereço.

É importante frisar que a alternância é exclusiva para o segmento de mensagens (cartas, boletos, etc), ou seja, para serviços como SEDEX, PAC, telegrama e encomendas internacionais, as entregas continuam sendo diárias.

Ainda que as entregas estejam ocorrendo de forma regular, os Correios realizarão o acompanhamento das entregas nos endereços citados, a fim de garantir a qualidade do serviço.

Fonte: Diário de Petrópolis (Leia o artigo completo)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>