Como rastrear entrega de Licenciamento de Veículos pelo Correios

Site do Detran permite que o proprietário do veículo tenha acesso ao código de rastreamento da entrega do CRLV em caso de licenciamento via internet.

Se você fez o Licenciamento antecipado de seu veículo registrado no Detran-SP (Departamento Estadual de Trânsito do Estado de São Paulo) e pagou a taxa de R$11 para receber o documento via Correios, saiba que, pela internet, é possível acompanhar o status da entrega. Nós recomendamos que o proprietário do veículo assim o faça para evitar que o novo CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) seja extraviado ou que as tentativas de entrega no endereço sejam esgotadas.

Quem faz o licenciamento via internet costuma receber um novo CRLV por Correios em, no máximo, 7 dias úteis. Pela internet é possível obter o código de rastreamento dos Correios para acompanhar a entrega do documento.

O licenciamento via internet só deve ser feito caso o seu endereço de correspondência esteja atualizado junto ao Detran, pois, por padrão, o documento é enviado para o endereço do cadastro do veículo. Caso seu endereço esteja desatualizado o licenciamento antecipado NÃO pode ser feito via internet sem que o condutor faça antes uma atualização cadastral.

Como rastrear entrega do CRLV do Licenciamento

A entrega do CRLV (ou CRV) pode ser feita pelo site detran.sp.gov.br, sendo gratuita. Dois dias úteis após pagar o licenciamento antecipado via rede bancária, acesse o site do Detran SP, na página principal selecione [ENTRE OU CADASTRE-SE] para ser direcionado à página de login.

Caso já tenha cadastro faça login com seu CPF/CNPJ e senha de acesso. Caso este seja o seu primeiro acesso à plataforma basta realizar, gratuitamente, um novo cadastro. Já logado em sua área exclusiva selecione VEÍCULOS > SEU DOCUMENTO > SOLICITOU SEU DOCUMENTO? ACOMPANHE SERVIÇOS NO DETRAN.SP, pronto!

Na tela seguinte você deverá selecionar a opção de Licenciamento e digitar o número do RENAVAM (Registro Nacional do Veículo) e a placa do veículo licenciado.

O código de rastreamento será fornecido e poderá ser acompanhado pelo site dos Correios (www.correios.com.br) ou via aplicativo móvel.

Por padrão os Correios fazem três tentativas de entrega. É necessário que tenha alguém no endereço para assinar a entrega do documento. Se, porventura, o documento for devolvido ao remetente, ele será devolvido para a unidade do Detran/Ciretran onde seu documento está cadastrado.

Na capital paulista a devolução é feita em um único endereço, no Detran Armênia, que fica na Avenida do Estado, 900, São Paulo-SP (exclusivo para veículos registrados na cidade de São Paulo).

LEIA TAMBÉMComo se parece o código identificador do Detran?

Fonte: São Paulo

 

“Correios faturam R$ 4,5 milhões por dia com nova taxa”

Em vigor desde agosto do ano passado, o pagamento da taxa de R$ 15 por encomenda que desembarca no Brasil pelos Correios têm um custo salgado aos paranaenses que, caso não desembolsem o valor estabelecido, têm seus produtos devolvidos à origem.

Os Correios afirmam que não fizeram ainda levantamento de quanto representou essa nova taxa nos seus caixas. Contudo, apenas no Paraná, chegam todos os dias 300 mil encomendas. Se todos os destinatários pagarem a taxa de R$ 15, isso representaria R$ 4,5 milhões por dia a mais nos cofres da empresa. Isso mesmo: quatro milhões e meio de reais por dia apenas com essa taxa extra e apenas no Paraná.

A cobrança gera polêmica já que é aplicada a qualquer encomenda vinda de outro país, independente do valor do produto, ou seja, bijuterias e outros produtos de baixo valor. Por isso, a cobrança da taxa tem causado surpresa a muita gente.

Adelaide Kunzler comprava todos os meses um artigo ou outro da China. Resolveu colocar o pé no freio. “Agora, com o pagamento dessa taxa, o molho ficou mais caro que o peixe, ou seja, tem produto que é baratinho, mas que com o valor da entrega fica inviável”, explica.

Assim, toda encomenda que vem do exterior para na central em Curitiba e o destinatário recebe um SMS informando sobre a cobrança. Na mensagem é informado o código de rastreamento e indica que a pessoa deva entrar no site para efetuar o pagamento. Já no site é fácil encontrar a aba e, após fazer o cadastro, a pessoa escolher como pagar a taxa: cartão de crédito ou boleto bancário. Só depois de paga essa taxa é que a encomenda é despachada para a cidade do destinatário.

O que dizem os Correios

Os Correios justificam que a cobrança está relacionada ao tratamento a ser dado a essas encomendas, como averiguação do conteúdo, identificar possíveis mercadorias ilícitas a partir de um aparelho de raio-x, assim como a formalização da importação e operações correlacionadas. Até então, apenas as encomendas que ultrapassavam R$ 50 eram submetidas ao pagamento da taxa fixada em R$ 12.

Segundo a assessoria de imprensa dos Correios no Paraná, ainda não foi possível medir o percentual de compradores internacionais que fizeram o pagamento nem o percentual dos produtos já devolvidos pela falta de pagamento.

Adelaide Kunzler conta que já teve encomenda devolvida porque não sabia como pagar a taxa. “Diante do aumento das compras internacionais, acho que foi pouco divulgada a forma de pagamento dessas encomendas. Eu fiquei esperando receber nos Correios onde moro e pagar lá, mas isso não aconteceu e o meu produto voltou para a China. Tenho mais umas quatro ou cinco coisas que comprei há alguns meses, mas são tão baratinhas que nem vou atrás para pagar as taxas”.

Os Correios esclarecem que, caso a encomenda não seja tributada, a informação sobre a necessidade de pagamento do Despacho Postal será disponibilizada no SRO (Sistema de Rastreamento de Objetos) no site www.correios.com.br/rastreamento.

Os Correios esclarecem ainda que as encomendas que aguardam o pagamento do despacho postal não ficam “paradas” e que o prazo de armazenamento é de 30 dias após a liberação da Receita Federal e então são devolvidas ao país de origem se não houver o pagamento do serviço.

Fonte: O Paraná (Leia mais)

 

Como saber qual agencia do correio esta minha encomenda

Quando se está fazendo uma compra pela internet, seja de produto importado, seja de produto nacional surgem muitas duvidas, entre elas é: como saber qual agencia do correio esta minha encomenda?

O padrão de entrega dos correios é que sua encomenda deve chegar diretamente no seu endereço cadastrado no ato do envio, mas em alguns casos especias sua encomenda pode simplesmente não chegar em sua casa, como proceder e saber onde retirar sua encomenda?

Casos em que a encomenda não chega em sua casa

  • Foi tributado pela receita federal em caso de tarifas alfandegarias de importação
  • Foi tributado pela fazenda estadual em caso de ICMS não recolhido na fonte
  • Endereço errado ou inelegível
  • Três tentativas de entrega sem exito
  • Casos especias

Todos estes casos, exceto o ultimo, são mais comuns de se acontecer do que imaginamos e para todos eles há uma solução.

Como proceder nestes casos?

A forma mais fácil e segura de se saber em qual agência do correio sua encomenda se encontra é através do código de rastreio.

O código de rastreio é um número do próprio correios brasileiro que é gerado para toda encomenda entregue através do mesmo.

Normalmente este código deve ser fornecido pelo vender no ato do aviso do envio de sua compra. Assim que você recebe uma mensagem informando que sua encomenda foi enviada neste aviso deve conter o código de rastreio.

Com este código você pode consultar o andamento de sua encomenda pelo próprio sistema de rastreamento dos correios, seja no site ou no aplicativo para smartphone dos correios.

No rastreamento constará o endereço correto da agência onde seu pacote aguarda para ser retirado.

E quando não possui o código de rastreamento?

Neste caso é um pouco mais difícil, porém não se desespere, ainda há solução!

Se você tem certeza de que forneceu o endereço correto, com CEP de sua residência ou pelo menos a sua cidade e estado correto, faça o seguinte:

  • Tenha em mãos os seu CEP;
  • Entre no site oficial dos correios;
  • Vá em localizar agencias
  • Digite o seu endereço;
  • Veja o resultado da busca.

Muito provavelmente, 99% das vezes, sua encomenda estará na agência mais próxima da sua casa, mas você não precisa ir até lá para verificar.

Basta telefonar para a agência (o número será informado no próprio site) e pedi para verificarem para você se há encomendas no seu nome aguardando retirada.

O atendente consegue fazer essa consulta através do sistema, mesmo sem o código de rastreio.

E em casos especias não citados no artigo, como proceder?

Bom, nesses casos muito especias, que dificilmente acontecem você pode fazer suas coisas:

  • Entrar em contato com a central de atendimento dos correios informando sua situação e verificar se há como resolver.
  • Você pode simplesmente esperar que sua encomenda retorne para o remetente e comunicar a ele que faça o envio novamente, dessa vez com os dados corretos.

Fonte: Eu importador (Leia mais)