Torneio Troféu Chico Piscina desembarca em Mococa

Torneio Troféu Chico Piscina desembarca em Mococa

A cidade de Mococa, no interior de São Paulo (SP), recebe de 12 a 14 de outubro o 49º Campeonato Brasileiro Interfederativo de Natação.

Internacionalmente conhecido como Troféu Chico Piscina, o torneio reúne os melhores atletas das categorias infantil e juvenil do Brasil. A competição é organizada pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) e conta com apoio dos Correios, do governo do estado de São Paulo, da Federação Aquática Paulista e do Clube Mocoquense.

Ao todo, participarão da competição 349 atletas de 14 estados brasileiros e mais cinco países. De acordo com o gerente-geral de esportes da CBDA, Ricardo Prado, o torneio se tornou um celeiro de grandes campeões brasileiros.

“Além de testar os melhores atletas das categorias infantil e juvenil, o torneio os coloca em um clima de competição internacional. Isso é muito importante para o futuro do esporte”, ressaltou.

Das 48 edições do Troféu Chico Piscina, Rio de Janeiro e São Paulo conquistaram o título de campeão-geral em 24 edições. Os paulistas sagraram-se campeões em 23 vezes, enquanto os cariocas ganharam três. Neste ano, a competição será dividida entre eliminatórias no período da manhã e finais no fim da tarde. Para conferir os resultados e desempenho dos atletas, acesse o site e as redes sociais da CBDA.

Fonte

Centro Cultural Correios São Paulo expõe ‘reflexões plásticas’ de Valdir RochaCentro Cultural Correios São Paulo expõe ‘reflexões plásticas’ de Valdir Rocha

Centro Cultural Correios São Paulo expõe ‘reflexões plásticas’ de Valdir Rocha

Está em cartaz no Centro Cultural Correios São Paulo (CCCSP), na região central da capital, a exposição ‘Valdir Rocha – Reflexões Plásticas’. Com curadoria de Jorge Anthonio e Silva, a mostra é composta por mais de 100 obras produzidas ao longo de 50 anos de carreira do artista de 66 anos.

Utilizando técnicas diversas como pintura, escultura, desenho, aquarela e fotografia, Rocha leva o espectador a refletir sobre temas como mitologia, conflitos existenciais e violência, seja urbana ou política.

“As obras trazem indagações renovadas. O aspecto misterioso é uma marca do trabalho de Rocha”, ressalta Silva.

Segundo o curador, as obras podem ser classificadas em sete grupos, embora não estejam organizadas desta maneira: ‘Éden, Haden’, ‘Histórias mal contadas’, ‘Notas sobre anatomia’, ‘Espectros’, ‘Ego’, ‘Procurados e esquecidos’ e ‘Geografia’.

Serviço:

Fonte

Correios participa de seminário em comemoração aos 95 anos do rádio no Brasil

Correios participa de seminário em comemoração aos 95 anos do rádio no Brasil

O presidente dos Correios, Guilherme Campos, participou da abertura do Seminário Comemorativo do Dia do Rádio, nessa segunda-feira (25), na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). A data marcou os 95 anos do rádio no Brasil e os 82 anos da fundação da Associação das Emissoras de Rádio e Televisão do Estado de São Paulo (Aesp).

Em discurso, Campos lembrou que os Correios foram a primeira empresa de comunicação do país, há 354 anos, utilizando a tecnologia da época: papel e tinta. O dirigente também ressaltou, que assim como os Correios, as emissoras de rádio passam por um momento de transformação, com a substituição de métodos antigos de comunicação por novas tecnologias.

“Diante dessa nova realidade, tudo tem que ser novamente pautado e renegociado. Em um momento como esse é importantíssimo a conversa, a troca de informações”, declarou o presidente dos Correios, que salientou ser um grande ouvinte de rádio, principalmente das transmissões de futebol.

O presidente da Aesp, Paulo Machado de Carvalho Neto, alertou que o rádio precisa receber mais apoio para solidificar a importância que tem em todos os setores da sociedade.

“O rádio precisa ser acreditado pelos publicitários, que precisam desenvolver práticas midiáticas para alcançar seu público que não é pequeno”, declarou Carvalho Neto.

Patrocinado pelos Correios e realizado pela Aesp, o encontro contou com três apresentações com os seguintes temas: ‘Rádio: convergência com todas as mídias’, da palestrante Eliane El Badouy Cecchettini; ‘Futuro – A transformação digital e as organizações exponenciais’, do palestrante Luís Rasquilha; e ‘Aesp 82 anos’, com os convidados Luís Casali, Oscar Piconez, Orlando Zovico, José Inácio Pizani, Rodrigo Neves e Paulo Machado de Carvalho Neto.

Fonte

Ribeirão Preto recebe curso gratuito sobre comércio eletrônico

Ribeirão Preto recebe curso gratuito sobre comércio eletrônico

A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) realiza nesta quinta-feira (28), das 8h às 18h, em Ribeirão Preto (SP), mais uma etapa do Ciclo MPE.net 2017, uma série de palestras gratuitas e presenciais que tem como objetivo capacitar empreendedores de micro, pequenas e médias empresas para atuar no e-commerce. Com patrocínio dos Correios, o evento apresenta aos participantes oito seminários de 45 minutos de duração, sobre os pilares essenciais da construção de uma empresa on-line: infraestrutura, operação e marketing.

Criado em 2013 pela entidade, o projeto já capacitou mais de 67 mil empreendedores. Em 2017, o Ciclo MPE já passou por 14 cidades, e ainda terá outras cinco edições até o fim do ano, contemplando todas as regiões brasileiras, com estimativa total de público de 2.000 pessoas. Para se inscrever, gratuitamente, basta acessar o site do evento e preencher o formulário.

Parceria de sucesso – O apoio ao Ciclo MPE.net é apenas uma das ações dos Correios para impulsionar empresas a atuarem no comércio eletrônico. Elas também contam com atendimento em todas as cidades brasileiras por meio de uma rede com mais de 8 mil agências, opções de envio econômico e expresso, logística reversa, ferramentas tecnológicas gratuitas para integração de sistemas, preparação e gestão das postagens, e uma solução de logística completa para e-commerce.

Além disso, os Correios têm parcerias com mais de 15 marketplaces em todo o Brasil, para integração logística das MPEs com postagem facilitada. Quem quer expandir os negócios conta também com o Exporta Fácil, que oferece simplificação e otimização do processo de exportação para mais de 200 países. Além dos serviços financeiros do Banco Postal e do Marketing Direto, que também são acessíveis para as micro e pequenas empresas.

TST determina que grevistas dos Correios devem manter efetivo de 80%

TST determina que grevistas dos Correios devem manter efetivo de 80%

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou que sindicatos filiados à Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) devem garantir ao menos 80% dos trabalhadores da empresa estatal trabalhando normalmente durante a greve decretada na última sexta-feira (22).

A decisão liminar (provisória) é do vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Emmanoel Pereira, que atendeu a pedido dos Correios. Caso a categoria descumpra a determinação, as entidades sindicais que declararam greve estarão sujeitas a multas diárias de R$ 100 mil.

“A ECT é estatal da União que exerce prestação de serviço público enquadrado no conceito de serviço indispensável, o que exige a observância da necessidade de manutenção de contingente mínimo”, afirmou o ministro, em sua decisão.

A greve decretada na última sexta-feira não envolve toda a categoria e, sim, os sindicatos filiados à Fentect. Os funcionários dos Correios, representados por entidades sindicais filiadas à Federação Interestadual dos Sindicatos dos trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect), farão assembleias amanhã (26), para decidir se aceitam as propostas da empresa de acordo coletivo para o biênio 2017/18. Os Correios propõem o reajuste de salário de 3% nos salários e benefícios a partir de janeiro de 2018 e manutenção das demais cláusulas do Acordo Coletivo de Trabalho 2016/2017.

A Findect é formada pelos servidores dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Tocantins e Maranhão. Segundo a entidade, os quatro estados respondem por 75% do fluxo postal do país e detém cerca de 40% do quadro de funcionários da empresa. Já a Fentect responde pelos demais estados do Brasil, reunindo 60% do quadro de funcionários da estatal e movimentando cerca de 25% do fluxo postal do país.

Fonte